Publisher: Aberta a temporada das Quartas Nobres da Imperadores ~ Imperadores do Samba

11/23/2017

Arquivado como: ,

Aberta a temporada das Quartas Nobres da Imperadores

Compartilhar


Por Carolina Rodrigues

A Imperadores deu o ponta pé inicial em suas tradicionais Quartas Nobres. Nem mesmo a baixa temperatura impediu os “amantes” pelo carnaval de participar do agito da vermelho e branco.

Com o grupo show, bateria e harmonia de Viny Machado até uma queniana se rendeu aos encantos da Escola do Povo. É o caso da professora de música Jean Kidula. A especialista fez questão de interagir com a Sinfônica e dançar com os destaques do mar. Ao lado dos especialistas da UFRGS Elizabeth, Lucas e Luciana, a queniana agradeceu ao convite que recebeu do premiado mestre-sala gaúcho Tadeu Pé de Vento.

Estou muito feliz de conhecer esta grande escola que é a Imperadores. A música é a minha vida e conhecer mais ritmos é cada vez melhor”, destacou Jean Kidula.

Com o tema “Africanamente”, a vermelho e branco se prepara para mais um título. O novo samba caiu nas graças do público. A equipe do marketing da Imperadores realizou uma entrevista com Flávio Ramires, um dos compositores do samba campeão. Confira!

Como está sendo essa vitória para vocês? 

Para nós é muito mais que uma realização pessoal, é um sonho, ultrapassa qualquer pensamento que um dia já tivemos, pois além de ser nosso primeiro título em festivais, trata-se da escola do nosso coração. Um festival de altíssimo nível de exigência e qualidade, onde nas demais parcerias víamos nomes consagrados no carnaval de Porto Alegre e do Brasil. O Imperador necessita dessa constante renovação, e nos honramos de terem confiado em nós.

- Como foi a preparação para compor este belo samba?

Participamos de cada evento que tratava deste belíssimo enredo, isso ajudou e muito a execução do samba pois conseguimos entrar no clima e entender a proposta da escola. Realizamos toda produção aqui em Porto Alegre, desde a letra até  finalização em estúdio, é um enredo rico e amplo, ouve muito debate e quase um mês discussões até chegarmos nesta versão final que graças a deus foi um sucesso na quadra e tem tudo pra crescer mais ainda com os ensaios até o carnaval.

- O enredo foi fácil para desenvolver o samba?

O Fábio e o Edy foram muito felizes no desenvolvimento deste enredo e na elaboração da sinopse, além de que foram muito receptivos e atenciosos a cada vez que os acionamos, com certeza isso facilitou e muito o desenvolvimento pois é um enredo amplo, complexo e forte, não fosse a mente brilhante deles talvez o festival não teria tido esse grande sucesso que vimos nas apresentações.

- Conte um pouco da parceria do grupo

Como todos sabem somos colegas de bateria, então convivemos o ano todo dentro da escola, desde ano passado meio que por acaso, descobrimos um o talento do outro e decidimos criar essa parceria. Parece mentira mas é apenas nosso segundo ano compondo, ano passados chegamos à final e esse ano já conseguimos o título, tudo aconteceu muito rápido. Não temos dinheiro, nem tanta experiência, mas felizmente temos famílias e amigos que nos ajudam dia a dia a quem somos eternamente gratos e principalmente, sabemos do compromisso e responsabilidade que a grandeza do Imperador nos obriga a ter.

- Como é a sensação de saber que o samba da escola é dos guris da casa?

A sensação é de extrema felicidade, não só por nós, mas por saber que a escola ainda acredita em novos valores e tem a capacidade de dar oportunidade a quem é formado em casa. As escolas de samba precisam trabalhar mais a questão de formação, pois so assim o carnaval continuará vivo. Já tivemos nomes como Maguila, Jean, Fofo dentre outros e hoje somos nós, ritmistas e compositores da escola, isso é o mais importante.

0 comentários:

Postar um comentário

Clipe do Tema 2018