Publisher: Quilombo Imperador 2ª edição, lança o troféu Luiza Bairros! ~ Imperadores do Samba

9/04/2019

Arquivado como: , , , ,

Quilombo Imperador 2ª edição, lança o troféu Luiza Bairros!

Compartilhar





Por Luana Costa

O Quilombo Imperador 2ª edição agraciará algumas personalidades negras que prestaram serviços relevantes à comunidade negra, com o troféu Luiza Bairros.
Em breve divulgaremos os agraciados e agraciadas,


Quem é Luiza Bairros?

Luiza Helena de Bairros, nasceu em 1953, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, onde cursou a graduação em Administração Pública e Administração de Empresas, na UFRGS, cursou Mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia e doutorado em Sociologia pela Universidade de Michigan EUA.

Luiza iniciou sua militância no Grupo de Mulheres do MNU (Movimento Negro Unificado), na Bahia, onde morava. Participou ativamente das principais iniciativas do movimento em todo Brasil, sendo a primeira Coordenadora Nacional do MNU.

Ela também compôs a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado da Bahia em 2008, na gestão do governador Jaques Wagner.

Em 2010, Luiza foi convidada para ser Ministra de Estado Chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, no governo Dilma Rousseff.

Durante o governo federal, foi responsável direta pela criação do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial, com o objetivo de criar instâncias para denúncias de casos de discriminação e implementar políticas públicas voltadas à comunidade negra.

Entre as ações de maior relevância, está o sistema de cotas raciais, sistema que tem por finalidade diminuir as disparidades econômicas, sociais e educacionais entre pessoas de diferentes etnias. Este sistema possibilitou o acesso de milhares de pessoas negras às universidades, e gerou incontestáveis mudanças na sociedade brasileira.

A ativista também tem a sua trajetória reconhecida internacionalmente. Ela trabalhou nas Nações Unidas na formulação de programas de combate ao racismo, e foi fundamental na construção do Grupo Temático da ONU sobre Gênero, Raça e Etnia.

Também foi uma das representantes brasileiras da Conferência de Durban, África do Sul, evento que ocorreu em 2001, e reuniu representantes de 173 países para discutir medidas contra o racismo, discriminação racial, xenofobia e outras intolerâncias.

A ativista, é um dos grandes nomes do movimento negro brasileiro, e recebeu diversos prêmios e certificados, dentro e fora do país, por seu destaque na luta contra a discriminação racial e pelos direitos das mulheres. Luiza faleceu em 2016, vítima de um câncer no pulmão, mas suas lutas e seu legado seguem vivos e gerando impacto na sociedade.

Em forma de agradecimento e reconhecimento o Quilombo Imperador 2ª edição presta esta singela homenagem.

Quilombo Imperador 2ª edição, troféu Luiza Bairros!

0 comentários:

Postar um comentário